Usando Qemu No Windows

Conceito Fundamental

Emulação é um conceito simples. Imagine um software capaz de executar outro ambiente computacional em máquina real. Em outras palavras, é um software criado para transcrever instruções de um processador real para o processador no qual está rodando o sistema emulado.

Um emulador faz com todas as operações da máquina real sejam implementadas em software. Há uma interpretação de um código destinado para outra plataforma. Por exemplo, interpretar instruções do Windows para rodar no Linux. Seria o Windows a máquina real e o Linux a máquina emulada.

Em contrapartida, a emulação requer tempo para interpretar essas instruções. Perdendo eficiência. Porém, emuladores são bastante complexos, pois geralmente necessitam simular quase todas as instruções do processador.

O QEMU

O QEMU é um emulador de processador. Utiliza tradução dinâmica como técnica para prover a emulação, ou seja, o emulador converte partes do código para que o processador execute o conjunto de instruções. Como o processo é delicado, o QEMU é muito dependente da CPU.

O QEMU não requer alterações ou otimizações no sistema hospedeiro e pode ser facilmente utilizado (embora seja possível instalar um módulo(http://www.h6.dion.ne.jp/~kazuw/qemu-win/Kqemu-1.3.0pre11-install.exe) que otimiza a velocidade de emulação). Este módulo permite que o QEMU tenha o desempenho de uma máquina virtual. De forma geral, o QEMU pode prover emulação de um sistema completo ou emulação para um processo de usuário.

Processo de instalação

Passo 1Download

Baixar a versão do QEMU para Windows. Atualmente, é a versão qemu-0.9.1-windows

Passo 2 РExtra̤̣o do arquivo

Descompacte o arquivo qemu-0.9.1-windows.zip no seu diretório de preferência. No meu caso, utilizei o diretorio raiz C:qemu-0.9.1-windows

Passo 3 – Criar imagem

Será criada uma imagem do sistema operacional que deseja rodar sobre o Windows, no meu caso usarei o Ubuntu. Preste atenção, a imagem a ser criada não tem nada ver com a iso que você tem do Linux. Essa imagem é o S.O guardado em único arquivo, que o Quemu irá carregar para emular o Ubuntu.

Para criar um arquivo imagem no QEMU deve-se utilizar o programa qemu-img.exe. Este programa está no diretório C:qemu-0.9.0-windows.

Nota Importante: toda a instalação será executada no prompt de comando do Windows.!!!

1 – Abra o prompt:

INICIAR -> EXECUTAR -> CMD

2 – Abra o diretorio do quemu

cd C:

dir qemu-0.9.1-windows

3 – Execute o comando

qemu-img create -f qcow2 [nome-da-imagem].img 10GB.

-f qcow2:  formato de imagem utilizado pelo QEMU [nome-da-imagem].img:  nome da imagem, no meu caso linux_ubuntu 10GB:  com 10GB de tamanho. você pode escolher de acordo com sua preferência.

Passo 4 РCome̤ando a instala̤̣o

1 – Baixar a imagem iso do Ubuntu.

2 – Executar o comando

qemu -L c:qemu-0.9.1-windows -m 512 -hda linux_ubuntu.img -soundhw all -localtime -boot d -cdrom d:[path-iso][nome-da-iso].iso

qemu – executável do QEMU -L c:vmsqemu-0.9.1-windows – indica o caminho que está instalando as informações de BIOS que o QEMU irá utilizar na emulação -m 512 – indica que será utilizado 512 MB de memória para a emulação -hda linux_ubuntu.img – indica o arquivo de imagem que será utilizado para instalar o Fedora -soundhw all – habilita som na emulação -localtime – utiliza hora local na emulação -boot d – indica para dar o boot no cd-rom -cdrom d:[path-iso][nome-da-iso].iso – indica onde se encontra o arquivo .ISO com o Ubuntu

Pronto!! Será aberta uma janela com a tela de inicialização do Ubuntu.

Passo 5 – Instalar o Ubuntu

O processo de instalação do ubuntu será feita como você já está acostumado a fazer. Sigua o processo normal.

Passo 6 – Reniciar sistema

No momento em que o Ubuntu terminar sua instalação, será feita a rencialização do sistema. Neste momento deve-se informar ao QEMU para não mais utilizar a imagem ISO. Após você clicar no Reiniciar sistema, o sistema vai mostrar uma mensagem de erro por causa da imagem ISO.

Feche o QEMU e no prompt do DOS digite:

quemu -L c:qemu-0.9.1-windows -m 512 -hda linux_ubuntu.img -soundhw all -localtime -boot c -cdrom d:

A única diferença do comando anterior é que agora o boot vai ser dado pelo drive C: (hda). Isto é modificado na opção -boot c.

Logo após isso, será aberta a janela com o gerenciador de boot sendo exibido.

Passo 7 – fazer backup da imagem

Faça uma cópia de segurança do arquivo de imagem criado. Assim, você poderá fazer qualquer teste e sempre ter uma cópia do sistema operacional pronto para ser utilizado.

Para utilizar o QEMU normalmente com esta imagem, só digitar sempre:

qemu -L c:qemu-0.9.1-windows -m 512 -hda linux_ubuntu.img -soundhw all -localtime -boot c

Referências:

Mais informações sobre o QEMU podem ser encontradas em sua documentação.

Marcos Laureno – http://www.mlaureano.org/

Ricardo Ferreira – http://computacao-em-acao.blogspot.com/

Estudante de Ciência da Computação da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e bolsista do Ponto de Presença da RNP no Maranhão (PoP-MA), executando tarefas de gerências de rede baseadas em plataforma Unix, tenho como objetivo alcançar uma gama de conhecimento que me possa proporcionar uma maturidade profissional necessária que é procurado pelo mercado de trabalho atualmente.

Tags dos Ususários

QEMU windows 7

Quem viu este artigo, viu estes outros:

links patrocinados

Sobre o autor

Escreveu 673 Postagens nesse blog.

Escreva um comentário

Gravatars São pequenas imagens que pode mostrar sua personalidade. Você pode obter a sua em gravatar é Grátis!

*

Copyright © 2016 7 Temas - tudo para customizar seu desktop. Todos os direitos reservados.
 Termos de uso  Política de privacidade
powered by WordPress. Developed by Deluxe Themes